BLOG | ARGENTINA

ARGENTINA

8 de agosto 2018 |

 

 

A quebra de safra já passou, mas os efeitos sobre o mercado continuam

 

As perdas por estiagem sofridas pela safra 2017/18 de soja da Argentina – o país teve uma redução de cerca de 20 milhões de toneladas em sua produção – deram força para os preços da oleaginosa no primeiro trimestre deste ano.

As cotações caíram na sequência, mas a influência da quebra argentina continua presente no mercado.

Tradicional terceiro maior exportador mundial de soja em grão, a Argentina vai figurar nesta temporada 2017/18 como o terceiro maior importador, atrás apenas de China e União Europeia e à frente do México, segundo cálculos da AgRural.

A importação de soja em grão acontece para assegurar aquilo que realmente interessa aos argentinos: o posto de maior exportador mundial de farelo e óleo de soja, que eles estão conseguindo manter mesmo com a quebra de safra.

 


 

 
Embora a tendência seja de recuperação da produção argentina de soja no ciclo 2018/19, a quebra da safra 2017/18 ainda terá reflexos sobre a dinâmica de oferta e demanda da nova temporada, com efeitos sobre as exportações do Brasil e do Paraguai.
 
Quer ficar bem informado sobre as principais tendências do mercado mundial de soja? Então clique aqui e entre em contato com a gente para saber mais sobre os nossos serviços de informação, análise e estratégia de mercado.

 

 

 

 

Contato

R. Nilo Peçanha, 1384 | Bom Retiro | Curitiba - PR | CEP 80520-176

41 3338-7884
(Whatsapp) 41 99888-4695
(Skype) rejaneagrural
contato@agrural.com.br

Receba nossa Newsletter

Cadastre-se para receber novidades!